Com dois confirmados na Liberta, seis nomes disputam lugar no Atlético-PR

A concorrência está aberta entre os jogadores do Atlético-PR que não estão inscritos na Libertadores. Com prazo de até dois dias antes da estreia na fase de grupos contra a Universidad Católica para apresentar a lista de 30 jogadores, o técnico Paulo Autuori tem cinco vagas a mais do que nas últimas duas fases. No Furacão, a briga é mais apertada porque duas vagas já estão garantidas por Eduardo da Silva e Douglas Coutinho, confirmados pelo comandante. Restam três vagas que devem ser disputadas por seis jogadores do atual elenco atleticano.

Os jovens do grupo que formam o time para o Campeonato Paranaense aquecem a disputa. As opções principais são o lateral-direito Gustavo Cascardo, o lateral-esquerdo Renan Lodi, o meia Matheus Anjos e os atacantes Bruno Rodrigues e Giovanny. O experiente Deivid, fora da lista inicial, também pode pintar caso esteja apto fisicamente.

O comentarista da RPC, Cristian Toledo, aposta que Deivid e Giovanny estejam entre as novidades.

– Com certeza o Deivid é um desses nomes, isso para mim é claro. Dos outros dois nomes um vai ser um lateral-esquerdo, e outro será um jogador talvez de ligação, um homem de chegada, mais alguém para lutar por essa posição. Não vai precisar de um homem de frente porque já tem Eduardo da Silva, Grafite e Luis Henrique. Não vai precisar de volante. Vai precisar de um articulador. Me parece que o melhor nome entre todos é o Giovanny, pela experiência de Seleção brasileira.

O clube, porém, segue atrás de mais reforços e pode apresentar novidades entre os 30 inscritos. O último jogador oficializado pelo clube foi Eduardo da Silva, que estava no Shakhtar. Antes, o Rubro-Negro trouxe Jonathan, Carlos Alberto, Felipe Gedoz, Grafite e Luis Henrique. Toledo avalia que o clube deve trazer um lateral-esquerdo.

– A minha aposta é que o Atlético-PR contrate um jogador. A gente vê que o Nicolas não está preparado para uma Libertadores, e o Renan Lodi muito menos, ele sequer está sendo utilizado. O Sidcley não vai conseguir ser esse jogador. Ele vai ser vencido por outros laterais mais competentes e mais novos. Portanto, a situação é muito evidente: o Atlético-PR precisa desesperadamente de um lateral-esquerdo. Certamente esse jogador deve vir de alguma negociação que está em vigência, mas algo vai acontecer nessa semana – aposta o comentarista.

Pela Libertadores da América, o Furacão estreia na fase de grupos contra a Universidad Católica, no dia 7 de março, uma terça-feira, às 21h (horário de Brasília), na Arena da Baixada. Os outros integrantes do Grupo 4 são San Lorenzo e Flamengo. Com time alternativo, o Furacão recebe o Coritiba às 20h (horário de Brasília) de quarta-feira, na Baixada, pela quinta rodada do Campeonato Paranaense.



Mídia/Notícias/Publicidade


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *